sábado, 17 de setembro de 2011


"Odeio o modo como fala comigo
E como corta o cabelo
E odeio o seu desleixo
Odeio suas enormes botas de combate
E como consegue ler minha mente
Eu odeio tanto isso em você
Que até me sinto doente
Odeio como está sempre certo
E odeio quando você mente
Odeio quando me faz rir muito
Ainda mais quando me faz chorar...
Odeio quando não está por perto
E o fato de não me ligar
Mas eu odeio principalmente
Não conseguir te odiar
Nem um pouco
Nem mesmo por um segundo
Nem mesmo só por te odiar"


Música

"É um sentimento inexplicável que toma conta de você
e sem ao menos perceber você já está contaminado por ela..
a adrenalina vai à flor da pele
as lágrimas escorrem dos seus olhos você sente vontade de gritar...
Um sentimento de liberdade
que por um simples segundo sua alma se sente LIVRE...
Definir esse sentimento seria praticamente impossível: 
felicidade, tristeza, Tesão, amor, paz, sem palavras para explicar..
seria um estágio, que, quando o intelectual toma conta do físico
o corpo não consegue conter dentro de si esse 
Sentimento único e perfeito, espalhando a todos que estão a sua volta 
e você simplesmente fecha seus olhos e se entrega a ela
invadindo a sua alma, ela vai tomando conta de você,
 que cada batida, bate diferente no coração, 
que cada virada, é inesperada mais prevista
que AQUELA música te faz chorar e
que não importa aonde, quando, que horas
ela..Já faz parte de você
ela..Já te contaminou"

(Michel Matsumoto)